Relatos são de agressões física e psicológica na unidade.

Uma operação do Ministério Público fechou uma clínica de reabilitação, nesta quarta-feira (9), em Itaquaquecetuba.

Propaganda

A unidade atendia a 38 mulheres e ficava no bairro Chácara dos Coqueiros. A operação começou às 9h e seguiu até as 16h. No começo da noite, a movimentação ainda era intensa no 1º DP de Itaquaquecetuba.

O MP acionou a Guarda Municipal, que participou da ocorrência. Eles foram os primeiros a chegar na casa de reabilitação. Cinco pacientes foram encaminhadas ao DP para prestar depoimento e os demais foram liberados.

O Conselho Tutelar também foi para a delegacia, porque havia a informação de que menores de idade também eram atendidas no local.




Uma senhora, dona da clínica, foi encaminhada à delegacia para prestar depoimento. Uma das pacientes disse à reportagem da TV Diário que presenciou por diversas vezes agressões físicas e psicológicas, e ainda o estupro de uma das internas, que era amiga dela.

O boletim de ocorrência foi registrado como cárcere privado e maus-tratos e a polícia decide se abre inquérito sobre o caso.

Facebook Comments