Crime aconteceu em maio e vítima foi encontrada pela irmã na casa onde morava .

O Setor de Homicídios de Mogi das Cruzes procura o suspeito de assassinar um homem em Itaquaquecetuba. O crime aconteceu em maio e uma investigação ajudou os policiais a identificarem o suspeito que está com a prisão temporária decretada.

Propaganda

O corpo de Sérgio Pires Maciel, de 54 anos, foi encontrado pela irmã no dia 12 de maio na casa onde ele morava no Recanto Mônica. Marisa Maciel Valverde contou à polícia que ao entrar na casa viu o irmão ensanguentado em cima da cama. Marisa disse ainda que o irmão era homossexual e usuário de drogas.

Investigação

Os policiais viram uma camiseta com um logotipo de uma loja de material de construção embaixo do corpo da vítima. Segundo a polícia, a partir disso eles questionaram os familiares, que descartaram que a peça de roupa fosse de Maciel.

De acordo com a polícia, os investigadores foram até a loja e viram Rogério Borges Aquino que usava uma camiseta do estabelecimento.


A polícia informou que Aquino tinha ido trabalhar com um corte no braço e solicitou R$ 10 para ir à UPA do Jardim Caiuby para fazer um curativo. Na UPA os investigadores confirmaram o atendimento e perceberam que as lesões eram compatíveis de luta com a vítima.

Ainda de acordo com a polícia, a investigação também descobriu que, assim como a vítima, Aquino é usuário de entorpecente e se relacionava com homossexuais.

Diante dos indícios, o delegado Rubens José Ângelo do Setor de Homicídios pediu a prisão temporária, que foi decretada pela 2ª Vara Criminal de Itaquaquecetuba.

O suspeito fugiu e está foragido, sendo alvo de diligências do Setor de Homicídios. O G1 tenta localizar a defesa dele.

Facebook Comments