Coruja tem cerca de 55 dias de vida e foi resgatada com a ajuda de uma rede. — Foto: Prefeitura de Itaquaquecetuba/Divulgação

Secretário-adjunto de Meio Ambiente acredita que o animal caiu do ninho e se machucou. Coruja foi encaminhada ao Parque Ecológico do Tietê, onde será tratada. Já o gambá foi solto na natureza.

Os agentes da Guarda Ambiental de Itaquaquecetuba resgataram uma coruja, nesta segunda-feira (17). A ação aconteceu depois que uma moradora ligou para o 153 explicando o caso que ocorreu na Vila São Carlos. Um gambá também foi resgatado pela equipe.

Propaganda

A equipe da Guarda Ambiental foi até a Rua Tupi, no bairro Vila São Carlos, depois de receber a informação de que havia uma coruja ferida. O animal silvestre foi resgatado com a ajuda de uma rede e encaminhado para o Parque Ecológico do Tietê, onde passará por uma bateria de exames e, depois, já recuperada, será solta na natureza.

A coruja da espécie popular Suindara tem aproximadamente 50 dias de vida. A possível causa do acidente foi uma queda do ninho e a perda da mãe, visto que ela estava magra e com aparente fraqueza por não saber alimentar-se sozinha, de acordo com o secretário-adjunto do Meio Ambiente, Siclanei Castaldi.


Já no bairro Maria Rosa, a equipe encontrou um filhote de gambá, que estava dentro de uma casa. Ele também foi capturado com a ajuda de uma rede e depois devolvido à natureza.

Nessas situações, a população pode acionar a Guarda Ambiental no número 153.

Facebook Comments